Histórico

2006 – Fundação

As organizações responsáveis por pesquisas clínicas fundaram por contrato, no início de 2006, a ABRACRO (Associação Brasileira de Organizações Representativas de Pesquisa Clínica), instituição sem fins lucrativos.

Segundo o médico PhD Charles Schmidt, presidente da ABRACRO (gestão 2006-2008): "O intuito é representar as empresas que contribuem para o desenvolvimento da pesquisa clínica, colaborar para o aperfeiçoamento dos processos regulatórios e promover ações científicas e educacionais ligadas à atividade no Brasil".

2006 – Mercado

production_lineA Associação Brasileira de Organizações Representativas de Pesquisa Clínica (ABRACRO) representa empresas que contribuem para o desenvolvimento da pesquisa clínica, para o aperfeiçoamento dos processos regulatórios e preservação da ética e dos direitos dos pacientes participantes de investigações.

Os fundadores da ABRACRO representam, em sua totalidade, mais de 300 empregos diretos e mais de mil indiretos, e contam com cerca de 250 pesquisas clínicas já realizadas em sua história conjunta.

Dos profissionais que atuam nas empresas associadas, 95% são da área de saúde, entre eles médicos, farmacêuticos, biomédicos, biólogos, veterinários, dentistas e enfermeiros, que se relacionam com mais de 110 centros de pesquisa brasileiros e em alguns casos com centros de outros paises da América Latina.

As principais áreas terapêuticas das pesquisas são a oncologia, cardiologia, moléstias infecciosas, vacinas, neurologia, psiquiatria, urologia, doenças metabólicas, reumatologia, oftalmologia e dermatologia.

2006 – I Workshop de Atualização em Pesquisa Clínica para Jornalistas de Saúde

Além de preservar a ética e os direitos dos pacientes que participam da pesquisa clínica, a ABRACRO pretende realizar seminários e encontros com os profissionais das áreas afins e fomentar a educação continuada sobre o tema. O primeiro deles foi o I Workshop de Atualização em Pesquisa Clínica para Jornalistas de Saúde.

Organização e Realização:
ABRACRO – Associação Brasileira de Organizações Representativas de Pesquisa Clínica
SBMF – Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica
Apresentação:
Dr. Charles Schmidt - Diretor de Operações América Latina, PRA International, Brasil
Dr. Gustavo Kesselring - Presidente da SBMF - Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica

 

2007 - I Curso de Pós-gradução Latu Sensu em Pesquisa Clínica

Comprometida com a ética, a associação trabalhará incessantemente pelo desenvolvimento da pesquisa clínica, que é fundamental para todo o País - Charles Schmidt

O primeiro curso teórico-prático de pós-graduação latu sensu em pesquisa clínica no Brasil foi criado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, com a colaboração da ABRACRO.

Este curso, já aprovado pelo MEC, teve início em fevereiro de 2007 e conta com a participação do corpo docente da Faculdade, profissionais das CROs e convidados de destaque em pesquisa clínica, inclusive membros do Ministério da Saúde.
O curso visa diminuir a lacuna na formação dos profissionais do segmento e também estimular o aprimoramento dos que já atuam na especialidade. "Comprometida com a ética, a associação trabalhará incessantemente pelo desenvolvimento da pesquisa clínica, que é fundamental para todo o País", diz Charles Schmidt.